14 de fevereiro


É hoje, não é? Esse sentimento tão falado, tão sofrido e desgostado! Quase passou por mim, e eu ilesa, nem importância dei.. Hoje era suposto ser um dia fora do normal. Mais feliz, mais brilhante. Mas de novo nada teve. Há algum tempo que achava este dia ter o seu toque sentido, um dia paradisíaco em que tudo parecia estar a planar, em que cada nota musical e declaração amorosa fazia sentido nas nossas cabeças. Um dia de  afeto, com a nossa alma gémea. E quando espero por esse teu carinho, mais uma vez, estás longe.
Não vamos fazer o que dita a regra. Amar é ser livre. Vamos celebrar o dia, como se fosse apenas nosso, quebrando regras, plantando amor. Só eu e tu. Tudo o resto é mero complemento. Anseio ouvir o teu respirar ao fundo da rua, ver o brilho e o ânimo no teu olhar, a inclinação da face, que com uma certa timidez, me faz sentir um pequeno arrepio na barriga. Acordei com a esperança de te poder dizer, não hoje, mas todos os dias, que estou repleta de sentimentos por ti. O que falta é coragem. De palavras está a multidão farta. Faltam atitudes, decisões espontâneas da parte de cada um que façam sorrir outra alma.Não seria capaz de te deixar, quando mais precisas de mim. Todos nós temos o amor que achamos que merecemos. A meus olhos, o amor é um sei lá, que começa a crescer sem principio definido, e que abriga quem tiver chama suficiente para o manter aceso. Quebrar corações, e continuar vivendo. Prometer o mundo, e dar apenas um pedaço quebrado. Que importância tem? Se as palavras que dizem, são ditas de forma intencional. Não passam de palavras, que nunca mais ninguém ousou falar. Que importância tem este sei lá, se cada vez nos aproximamos mais, a lento prazo, do precipício, voluntariamente, e não o vemos. Apenas vemos o que não existe, cientes somente nas nossas alargadas mentes. Amores correspondidos. Amores perfeitos. Ilusões. Meramente enganador. E tudo isto: este dia, esta página, este desabafo, será apenas mais um rascunho. Com ele, mais se juntarão. Umas verdades desviadas, algo que nunca será revelado. E toda a gente vai esquecer que este foi o pior dia de sempre. E eu, que sou apenas uma passageira nesta mansidão de amor, que espera interminavelmente a hora de voltar para casa e de se reconstruir, vai continuar no silêncio o resto do temeroso dia. Vou fazer deste sei lá o meu eco.

29 comentários:

  1. gostei bastante. porque não dar um passo em frente e dizer todos esses sentimentos que tens dentro de ti? esquecendo a coragem, e pensando apenas que o podes fazer..

    ResponderEliminar
  2. Também gostei muito, por isso o coloquei, aquele site é muito bom :)
    E quanto ao teu texto, o amor é algo tão poderoso, e este dia bem, para mim não tem a mínima importância, porque todos os dias devemos demostrar algo por a pessoa que está ao nosso lado. E vais ver que tudo acaba por melhorar.

    ResponderEliminar
  3. sei tão bem o quanto isso é,a distância doí bastante. em três anos,também é a primeira vez que passei este dia com ele. mas é como digo, este dia não é o mais importante

    ResponderEliminar
  4. r: aw, muito obrigada querida :3
    e gostei tanto deste, também, está muito bonito!

    ResponderEliminar
  5. Eu percebo e compreendo.
    Não me quero adiantar porque não conheço a tua história, mas não te deixes levar pelo significado deste dia, ergue a cabeça e pensa que tudo pode voltar a ficar melhor...

    ResponderEliminar
  6. Obrigada querida :3
    o teu amor é à distância querida? =/

    ResponderEliminar
  7. opá que lindo texto! nc desistas, nc desistas de ti! feliz dia dos namorados para ti também linda :)

    ResponderEliminar
  8. so simpatia fofa, eu ainda sou um pouco desajeitada nisto <3

    ResponderEliminar
  9. Oh não precisas de agradecer. E vês? Tudo acaba por melhorar!

    ResponderEliminar
  10. oh que bom:)) fico contente que tenhas tido um bom dia

    ResponderEliminar
  11. até tens sorte em vê-lo todas as semana querida :)

    ResponderEliminar
  12. Também já estou a seguir e é isso mesmo ! Muito obrigada !
    Good vibes *

    ResponderEliminar
  13. OH, muito obrigada! o mérito é todo da máquina ;)
    sigo de volta. e adoro a música, by the way!

    ResponderEliminar
  14. ora essa linda ! obrigada eu ! irei fazê-lo*

    ResponderEliminar
  15. gostei imenso do texto. Espero que tenhas passado bem , já tinha saudades de cá vir..

    ResponderEliminar
  16. Gostei tanto do texto.....como gosto sempre, alias!!!

    ResponderEliminar
  17. era para ver se dava para me explicares como pões as varias paginas, por muito que tente não sei como o fazer :$ :s
    um amor grande causa sempre inveja, pelos menos as criticas que ouço deve ser por isso mesmo e muito obrigada novamente (:

    ResponderEliminar
  18. sim sou nova nisto, muito obg lindaaa <3

    ResponderEliminar
  19. isso ja tinha boneca, o problema é saber como ponho os links a ir la ter ou acrescento publicaçoes em outras paginas sem ser a dita "normal" :s
    e não tens de que, são verdades (:

    ResponderEliminar
  20. muito obrigado é sempre bom saber que as pessoas gostam $:
    também gosto muito do teu, vou seguir de volta (:

    ResponderEliminar
  21. muito muito obrigada! Desculpa só agora responder ao teu comentário mas estive ausente alguns meses do blog. Adorei conhecer o teu cantinho e já estou a seguir.
    Este post está um doce (:

    ResponderEliminar
  22. Dei uma olhadela pelo teu blog e gostei muito :)
    Espero um dia sentir o que disseste no texto ...

    ResponderEliminar

expressa-te através das palavras e deixa-te levar nelas ♥